artista & comunicadora




CB Entrevista: Philippe Wanzeler, o Phill

categoria : Cairo Braga dez 29th, 2007

Direto de Belém, PA, o garoto prodígio Philippe Wanzeler criou o blog mais explosivo do ano na blogosfera indie brasileira, o compulsóriamente falecido Say Cheese For Me!. Aos 16 anos de idade, Phill é blogueiro, produtor musical e DJ, além de estudante de design.

Falamos sobre Internet, o fim do Say Cheese For Me! e, lógico, música.

Confira a entrevista exclusiva com Phill depois do pulo.

 Phill

Cairo Braga: Phill, você se tornou um blogueiro meteórico no mundo indie brasileiro com o Say Cheese For Me!. Conte-nos como tudo isso começou.
Philippe Wanzeler: Pois é, começou quando eu estava sem nada o que fazer e sem emprego fixo, haha. Então eu estava cansado de ser leitor, queria ter meu blog. Tirei uma tarde fazendo um brainstorm para a identidade e nome do blog e BOOM! saiu o blog ;D

CB: A que você deve o sucesso estrondoso do seu blog?
Phill: Creio que era por causa dos downloads e da maneira humorada de falar de música. Tipo, eu tinha mais de 500 arquivos em 100 posts.

CB: Eu creio também que foi por causa dos downloads que você teve problemas que culminaram na retirada compulsória de seu blog do ar. Explique como foi o fim do Say Cheese For Me!.
Phill: O fim do blog foi devido a eu ter vazado uma compilação que seria lançada ano que vem. Já vazei várias músicas, mas as bandas e gravadoras sempre foram legais e pediram gentilmente a retirada dos arquivos. Mas com a Kitsuné foi complicado, ele não falaram nada a mim, e ordenaram o WordPress a apagar meu blog.

CB: Você acha que a luta das gravadoras contra a livre circulação de música na Internet é inútil?
Phill: Demais, os arquivos nunca deixam de circular por aí. E é como se fosse o destino. Sem contar que, sem a internet, muitas bandas não fariam o mínimo sucesso. Como achas que o CSS bombou? Internet.

CB: A Internet revolucionou o modo como a cultura se difunde. Justamente por isso ela é vista como a grande vilã das mídias conservadoras, como a TV, o rádio e a mídia impressa. Você acha que a Internet é tão destrutiva assim? E se for, quais são as indústrias que vão cair por causa dela?
Phill: Destrutiva? Claro que não. Mas com certeza ela vai tirar o sono de muito tiozinho dono de emissoras, gravadoras e etc.

CB: Além do seu blog, o que mais você faz?
Phill: Eu estudo Design, logo, sou designer, tenho uma grife com um amigo, às vezes brinco de DJ em festas, já fui ator. Acho que sou tipo Bombril, mil e uma utilidades, haha.

CB: Como um multitalentoso, você acha que é possível viver de arte, qualquer que seja?
Phill: Claro que sim! Conheço litros de gente que sobrevive por conta da arte. Por exemplo: fazer funk é uma arte. Admiro demais o Gorky do Bonde do Rolê. E admiro você, que é um grande artista.
CB: Ai, Obrigado. Ruborizei!
Phill: Hahaha, que isso… Só disse a verdade.

CB: Ouço muita gente falar que a internet desumaniza as relações. Eu discordo, e você?
Phill: Discordo e concordo, hahaha. Mas prefiro não comentar o porquê, haha.
CB: Por que prefere não comentar o porquê?
Phill: Porque a internet cagou um namoro meu, mas ao mesmo tempo me deu novos amigos.
CB: Entendo.
Phill: ;D

CB: Num mundo que despeja toneladas de informação em cima de nossas cabeças, você acha que é possível pensar e produzir conhecimento?
Phill: Pensar é preciso e conhecimento surge a toda hora para ser explorado.

CB: Meu pai vive me dizendo que eu sou um exemplar típico e comum da minha geração. Ele está enganado. Alguém já te disse isso?
Phill: Não que eu lembre, haha. Quando uma crítica é meio inútil, eu esqueço.

CB: Mas eu sei que nós não somos típicos e comuns. Como é ser exceção, pra você?
Phill: Ser exceção… É difícl de responder isso, mas acho que ser diferente da massa é bom. Me sinto feliz por ser mais inteligente e culto que muita gente mais velha que eu.
CB: Amém

CB: Você tem vontade de conhecer São Paulo?
Phill: Passei uns meses aí, ou seja, já conheço, hehe.
CB: Quando?
Phill: Ano passado, fui para um evento de Design e atrasei a volta em dois meses, haha.
CB: Nessa época não te conhecia.
CB: Pena.

CB: Vamos falar de música!
Phill: Vamos
CB: Qual o melhor álbum de 2007, pra você?
Phill: Tem muitos que amei, mas o Cross do Justice é o que está no topo. Pena que o Hot Chip não lançou nada nesse ano, senão seria qualquer coisa deles, hehe.
CB: Pra mim foi The Reminder da Feist.
Phill: Eu escutei, mas enjoei.
CB: Eu escuto todo dia e não enjôo.
CB: Olha que ela conseguiu roubar o posto do Volta.

CB: Quando você pensa porque gosta tanto de música, como você acha que começou, quando você era pequeno?
Phill: Não, desde pequeno gosto de desenhar. A paixão por música veio em 2004, quando conheci o Hot Chip e ganhei o CD Discovery, do Daft Punk.
CB: Choquei!
Phill: HAHAHA, eu também choquei quando escutei Daft pela primeira vez.
CB: hahahhahaha
CB: Eu choquei quando escutei Hot Chip pela primeira vez: My Piano.
Phill: Eu sou do tempo do All Filler! No Killer!
Phill: ;D
CB: OMG!

CB: Quais seus planos para o futuro próximo?
Phill: Para um futuro próximo quero seguir no Design, fazer um novo blog bombator e achar alguém para namorar sério e por muito tempo.
CB: Amén!

CB: E para o futuro distante?
Phill: Morar só com minha mãe, montar uma loja para a minha grife, ter uma empresa de criação visual e ser feliz no amor e no trabalho. Só.

CB: Agora é sua vez: me minientrevista.
Phill: OMG!
CB: Manda bala!
Phill: O que a sua geração fez de tão ruim para o seu pai falar que és exemplo da mesma? haha.
CB: A minha? A nossa você quer dizer.
Phill: HAHAHA

Phill: Pois é, o que você sente quando vê seu trabalho dando certo?
CB: Euforia e Felicidade. Motivação pra continuar.

Phill: E pronto. Fomos bem na entrevista?
CB: Eu gostei do meu debut como entrevistador. E você?
Phill: Gostei, foi a entrevista mais séria que já tive. HAHAHA.
CB: É que eu gosto de discussões frutíferas.
CB: Qualquer dia a gente faz uma mais descontraída.
Phill: Sim pirilim.
CB: Nuss, qnto tempo que não escuto (?) isso!!!
Phill: HAHAHA
Phill: Eu vivo usando esse pirilim no fim de palavras com “im” ;D
CB: Engenhoso. hahahahah
CB: Feliz (comilança de) Natal!
CB: Feliz Ano Novo!
Phill: Para você também (:

[MP3] Feist – Brandy Alexander [minha favorita]

[MP3] Hot Chip – Ready For The Floor (Soulwax Dub)

[MP3] Justice – DVNO [favorita do Phill]

[MP3] Fischerspooner – The Best Revenge

BJOS

CB

COMPARTILHE :

(4) comments

Scorpion Silence
9 anos ago · Responder

NIUREIVERCARALIOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!
amei a entrevista, senhor CB, muito bem elaborada, perguntas realmente objetivas e úteis e me predneu a atenção do começo ao fim.
continue assim, um bom entrevistador e procurando tão bons entrevistados como o Phill, CONGRATULATIONS BEIBEEEE!!

Scorpion Silence
9 anos ago · Responder

NIUREIVERCARALIOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!
amei a entrevista, senhor CB, muito bem elaborada, perguntas realmente objetivas e úteis e me predneu a atenção do começo ao fim.
continue assim, um bom entrevistador e procurando tão bons entrevistados como o Phill, CONGRATULATIONS BEIBEEEE!!

Yuri Laszlo
9 anos ago · Responder

Muito Bom! ;D

Yuri Laszlo
9 anos ago · Responder

Muito Bom! ;D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *