artista comunicador



astrolábio #06: poder

categoria : astrolábio · No Comments jul 20th, 2016
astrolábio #06: poder

PODER! quem tem? quando tem? pra que?

astrolábio #05: o primeiro instrumento

categoria : astrolábio · No Comments jul 13th, 2016
astrolábio #05: o primeiro instrumento

no nosso primeiro especial musical, vamos começar do começo: a voz humana, o primeiro instrumento musical.

astrolábio #04: eternidades & infinitudes

categoria : astrolábio · No Comments jul 6th, 2016
astrolábio #04: eternidades & infinitudes

como ser finito no infinito? como transformar nossa mortalidade em eternidade? como perseguir o tempo sem deixar de ser humano?

astrolábio #03: orgulho

categoria : astrolábio · No Comments jun 29th, 2016
astrolábio #03: orgulho

Feliz Dia e Mês Internacional do Orgulho LGBT pra todes nós!

astrolábio #02: o som

categoria : astrolábio · No Comments jun 22nd, 2016
astrolábio #02: o som

“nenhum som teme o silêncio que o extingüe” (John Cage)

astrolábio #01: navegação

categoria : astrolábio · (2) Comments jun 15th, 2016
astrolábio #01: navegação

“navegar é preciso, viver não é preciso” (Caetano Veloso)

eu e o rádio

categoria : astrolábio, Cairo Braga · (2) Comments jun 14th, 2016
eu e o rádio

minha relação com o rádio vem de berço. sempre teve rádio tocando em casa, principalmente música.

Declaração de Estado de Cairo Braga, Maio de 2016

categoria : Cairo Braga, Fluxo de Consciência, Meta · (2) Comments maio 11th, 2016
Declaração de Estado de Cairo Braga, Maio de 2016

Venho por meio desta declarar o meu estado no presente mês de Maio do ano 2016, como conseqüência de acontecimentos…

à pista de dança

categoria : Cairo Braga, Fluxo de Consciência, Meta, Música · (2) Comments maio 5th, 2014

a pista de dança é o meu laboratório.
é onde o ouvido físico e o ouvido psíquico se unem pela inescapável vibração do corpo inteiro e absoluto.

a pista de dança é o meu hospital.
é onde todos os males são tratados e queimados pelos poderes tão-humanos da transpiração e da performance.

a pista de dança é a minha sala de estar.
é onde todos os amores se convergem em ordens aleatórias e os desamores podem ser ignorados, por mais que estejam logo ali ao lado.

a pista de dança é a minha igreja.
é onde o calor e a entrega emanam em louvor a um algo intangível que move multidões, mentes e corações.

a pista de dança é minha.


[uma pequena ode às pistas em que já fui, sou e serei feliz: Gallas Bar (Mongaguá); Rep. Cremosita, Rep. Rodox, Rep. Casa da Praia, Rep. Cabaret, Gig, Banana Brasil, Palquinho DCE/UFSCar (São Carlos); Void Club (Guarulhos); DEX Bar, ALôca, Ursound, Bar do Netão, Sonique, ABC Bailão, Morrison Rock Bar, Las Magrelas, Largo da Batata, Clube Homs (São Paulo).]